sábado, 2 de janeiro de 2010

dois mil e dez.

/mamãeseiescreerporextensoq

confesso que nunca antes tive tanto medo do que o futuro me reserva. esse ano eu vou enfrentar o desconhecido e isso me afeta de um jeito inexplicável. eu não sei como vai ser o dia de amanhã, e isso me deixa insegura, completamente desarmada e temerosa.

não fiz nenhuma listinha de metas no último dia de 2009. não tenho nenhuma, na verdade. tô bem 'deixa a vida me levar', rs enfim.




acho que qualquer um teve uma virada de ano melhor que a minha. ou pelo menos não tão meia boca. pela primeira vez eu sai de casa pra ver a queima de fogos na praia, junto com meu irmão, minha prima, um amigo e a prima dele. fomos nós cinco, as 11:30 p.m., deixados a beira da estrada para caminharmos pra praia. e céus! apesar de estar com outras quatro pessoas, eu NUNCA me senti mais sozinha. mais vazia. mais incompleta. eu, honestamente, não sei como eu aguentei ficar tanto tempo ali, e não sei porque eu inventei de ir junto com eles, para começo de conversa. ficar ali, do lado do mar fez com que eu me sentisse um lixo. a gente voltou para casa por volta das duas da manhã, mas o pessoal voltou a praia de novo, depois. eu não aguentaria. aliás, não aguentei! e me tranquei no banheiro para chorar, era a única coisa que eu tinha em mente para fazer. chorei de infelicidade. chorei por ter tido a pior virada de ano de toda a minha vida. depois dessa, eu não sei como 2010 vai ser. e eu não me sinto mais a mesma.


eu só quero viver cada dia devagar. não como se fosse o último, mas como se eu tivesse uma eternidade a minha frente. me esperando.


quero ir pra casa das minhas tias, consumir o máximo que eu conseguir. quero que a minha viagem para fortaleza dê certo, perto do fim do mês, e quero conseguir conhecer pessoalmente todo mundo de lá que eu só falo pela internet. quero sair com minhas amigas. com os amigos também. quero me sentir feliz, mesmo que não passe na segunda fase da ufrn. quero dias melhores.




eu mereço dias melhores.

Um comentário:

  1. Roubo suas palavras aqui.

    "confesso que nunca antes tive tanto medo do que o futuro me reserva. esse ano eu vou enfrentar o desconhecido e isso me afeta de um jeito inexplicável. eu não sei como vai ser o dia de amanhã, e isso me deixa insegura, completamente desarmada e temerosa."

    E aqui.

    "apesar de estar com outras quatro pessoas, eu NUNCA me senti mais sozinha."

    E finalmente aqui.

    "quero sair com minhas amigas. (...) quero me sentir feliz, mesmo que não passe na segunda fase da ufrn. quero dias melhores."


    Parece que nossos reveillon's foram mais parecidos do que nós duas imaginávamos.


    By Calline, que pra variar só sabe postar no anônimo. (:

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget